quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Obelisco aos Mortos em Combate no Ultramar


    Nos finaisdos anos 60 principios dos anos 70 foi concebido e construído obelisco, que foi depois erigido no "Jardim das Canas" hoje Praça Joaquim António de Aguir e fronteiro ao Teatro Garcia de Resende.
    Com o 25 de Abril, foi tido como fasacista e apeado do local e guardado no Canil Municipal, onde esteve alguns anos. Depois de várias publicações em jornais da cidade e por atenção do Comandante da Região Militar da altura, presidente da Camara Municipal e outras entidades, foi o mesmo de novo regigido, agora no Largo dos Castelos e fronteiro ao que até há pouco tempo foi o Regimento de Infantaria 16, hoje Comando de Instrução e Doutrina do Exercito 
    No passado dia 20 de Setembro pelas 11 horas a Direção do Nucleo de Évora da Liga dos Combatentes levou a efeito cerimónia de homenagem AOS MORTOS EM COMBATE NO ULTRAMAR DO CONCELHO DE ÉVORA, com o descerrar de uma lápide onde consta o POSTO E NOME dos militares falecidos.
    Estiveram presentes várias entidades civis e militares, bem como alguns familiares dos militares que se homenagearam e que ficaram lembrados para sempre.
   
     A nossa Associação fes-se representar por elemntos da Direcção.






MEMORIAL AOS MILITARES DO CONCELHO DE ÉVORA FALECIDOS NO ULTRAMAR
 
ANGOLA
Brás Francisco Dordio Rabadão   ...................... Soldado ................ 22.02.63



Fernando António Paulo Morais ........................ Soldado ................ 18.04.63
Francisco Manuel Grou Lopes ........................... 1º Cabo ................ 18.05.75
Inocêncio João A Santos Varela ......................... 1º Cabo ................ 06.08.74
Jesuíno Joaquim Coelho ..................................... Soldado ................ 14.03.64
João Andrelino Valeroano Cebola ...................... 1º Cabo ................ 09.09.63
João Manuel Tinim Rebimba .............................. Soldado ............... 24.09.70
José Bernardino Piteira Rosado .......................... Capitão ................. 07.11.68
José Correia ......................................................... 1º Cabo ................ 02.07.62
José Joaquim Peixe de Oliveira ........................... 1º Cabo ................ 11.01.75
José Joaquim Vicente Nobre ............................... Furriel .................. 21.01.70
Manuel José Empadinhas Cágado ....................... Alferes Mil .......... 05.01.68
 
GUINÉ
Álvaro Nuno Florentino Condeço ....................... Furriel .................. 24.12.66
Andrelino José Abreu Nobre ............................... 1º Cabo ................ 05.01.68
António Augusto dos Santos Simão .................... Soldado ................ 28.08.68
António Manuel Cabeçana .................................. Soldado ................ 07.10.67
Carlos Alberto Potes Torres Vaz Freire ............... Furriel .................. 05.03.72
Daniel Francisco dos Santos ................................ Soldado ................ 03.01.66
Francisco Manuel Baptista Galiano ..................... Furriel .................. 27.10.73
José Manuel Ferreira Pais Peixoto ....................... 1ºGrumete ........... 30.03.70
Manuel António Poeiras ....................................... 1º Cabo ............... 27.08.67
Manuel Bento Ilhéu Domingos ............................ Furriel .................. 20.04.67
Rodrigo Joaquim Vaquinhas ................................ Soldado ................ 04.03.74
 
MOÇAMBIQUE
Cristóvão José Gonçalves Cruz ........................... Soldado ................. 20.06.72
João António Mira Rebocho ................................ Soldado ................. 24.12.71
Mauricio José Gomes da Silva ............................. Soldado ................. 06.11.65
Miguel José da Silveira Moreno ........................... Alferes .................. 24.09.72  

 
 

Fotos e relação de nomes cedidas pelo Nucleo de Évora da Liga dos Combatentes

2 comentários:

Bernardino Barnabé disse...

Deixo aqui a minha sentida homenagem a todos os Militares que tombaram na guerra do ex-Ultramar, em especial ao Furriel MANUEL BENTO ILHÉU DOMINGOS, com quem tive o privilégio de trabalhar na extinta firma Archiminio Caeiro, Ldª.
Foi à porta do Café Arcada que na noite anterior à sua partida para a Guiné, me disse, ter o pressentimento de que não iria regressar com vida.
Infelizmente, assim aconteceu.
PAZ À SUA ALMA
Bernardino Barnabé

Elsa Caeiro disse...

Boa tarde

em passagem pelo site vi a referência a um amigo meu como morto na Guiné. Infelizmente para ele, Carlos Torres Vaz Freire morreu com o seu irmão Luís Torres Vaz Freire, na estrada entre Vila Franca e Pegões, Portugal, numa madrugada de Carnaval, num acidente de automóvel...
ECaeiro